Congresso aprova crédito suplementar para cobrir garantia em empréstimos da Venezuela e de Moçambique

2 de mai - Economia


Ana Amélia obrou dos parlamentares da oposição, que honrassem o compromisso firmado pelo governo do PT ao fazer realizar os empréstimos

Congresso aprova crédito suplementar para cobrir garantia em empréstimos da Venezuela e de Moçambique

O Congresso Nacional aprovou, nesta quarta-feira (2), projeto que abre crédito suplementar no valor de R$ 1,16 bilhão no Orçamento da União. O PLN 8/2018 permitirá ao Brasil pagar dívidas da Venezuela e de Moçambique com o banco Credit Suisse e com o BNDES, que foram avalizadas pelo governo brasileiro.

Antes da votação, a senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) cobrou dos parlamentares da oposição, que honrassem o compromisso firmado pelo governo do PT ao fazer empréstimos para os dois países.

— Quem terá de pagar a conta desse calote, cerca de R$ 1,3 bilhões, é o contribuinte. Se não pagarmos essa dívida, o desastre será ainda maior: faltará recursos para garantir as exportações brasileiras — cobrou.

A falta de pagamento dos empréstimos que financiaram serviços e obras de empreiteiras brasileiras no exterior terá de ser coberta pelo Tesouro brasileiro porque as operações contaram com seguro do Fundo de Garantia à Exportação (FGE), vinculado ao Ministério da Fazenda.

De acordo com o Executivo, a abertura do crédito será viabilizada com a anulação de outras dotações orçamentárias, como recursos próprios e recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), na rubrica Seguro Desemprego. Ana Amélia foi enfática lembrando que deputados que dizem defender os trabalhadores se calam agora, quando são tirados recursos que seriam destinados ao FAT.

— Enquanto a oposição que fez essa barbaridade com o dinheiro do povo brasileiro não vier aqui registrar a presença e votar, eu não vou colocar a minha digital. Que a oposição venha e diga para que é esse dinheiro que está sendo tirado do Fundo de Amparo ao Trabalhador — cobrou a senadora.

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Brasil pagará calote da Venezuela e Moçambique


Mais notícias:

3 de dez
“Brasil pode ser expulso de grupo internacional”, alerta senadora
Investimentos estrangeiros no Brasil serão dificultados se o Congresso Nacional não aprovar o projeto que trata do combate ao terrorismo e à lavagem de dinheiro. O alerta é da senadora Ana Amélia (Progressistas-RS), que nesta segunda-feira (3) foi à tribuna do Senado…

28 de nov
Ana Amélia recusa benefício de R$ 33,7 mil e destaca projeto para acabar com auxílio-mudança
A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) encaminhou ofício à Diretoria-Geral do Senado solicitando que não seja pago a ela o benefício conhecido como “auxílio-mudança”, destinado aos senadores eleitos e reeleitos e também aos que não conseguiram se reeleger.…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail