Comissão de Relações Exteriores aprova novo embaixador para Austrália

5 de jul - Relações Exteriores


Ana Amélia destaca importância de diplomacia parlamentar para ampliar oportunidades

Comissão de Relações Exteriores aprova novo embaixador para Austrália

A Comissão de Relações Exteriores (CRE) aprovou nesta quinta-feira (5) a indicação do diplomata Sérgio Moreira Lima para a chefia da embaixada brasileira na Austrália. A análise da indicação segue agora ao plenário do Senado. Na ocasião, a presidente do Grupo Parlamentar Brasil-Austrália, Senadora Ana Amélia (Progressistas-RS), destacou a importância da diplomacia parlamentar para ampliar oportunidades em setores de interesse comum, como infraestrutura, educação, agricultura e direitos humanos. Na ocasião, a senadora destacou a importância da visita da comitiva de parlamentares australianos ao Congresso Brasileiro, ocorrida em abril, liderada pelo presidente do Senado da Austrália, Scott Ryan. 

Na sabatina, Moreira Lima afirmou que o intercâmbio comercial entre Brasil e Austrália tem potencial para aumentar mais de 400%. O atual fluxo, por volta de US$ 1,8 bilhão por ano, é visto como pequeno se for levado em conta o PIB dos dois países. A médio prazo, disse, o comércio pode alcançar US$ 8 bilhões. Uma das medidas anunciadas pelo diplomata será levar adidos militares ao país para promover a venda de aviões da Embraer e outros materiais de defesa.

— Os aviões da Embraer já estão por lá há 40 anos, mas esta é uma relação cheia de altos e baixos. Queremos torná-la uma parceria vencedora, e o cargueiro KC-390 cria esta condição. Temos o que oferecer, a tecnologia mais moderna, para uma nação que precisa cuidar da segurança referente a toda a região do Pacífico — afirmou.

Moreira Lima também disse que o Brasil pode se beneficiar de tecnologias de dessalinização da água e aprofundar parcerias no agronegócio. Ele lembrou que a Austrália é o sétimo maior exportador mundial na área, destacando-se especialmente pela alta qualidade da sua produção. A troca deve focar na valorização das marcas brasileiras.

— A Austrália possui a técnica mais atualizada no que tange a traçar o histórico dos produtos. É possível identificar toda a origem de cada produção feita lá. O Brasil focou historicamente na produção em atacado, em ser o grande fornecedor, e se descuidou da construção da marca. Aliás esta dificuldade em construir uma marca também está presente em outros setores nossos — disse.

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

30 de out
Senadora sugere suspensão temporária dos trabalhos do Grupo Parlamentar Brasil-Arabia Saudita
A presidente do Grupo Parlamentar Brasil-Reino da Arábia Saudita, senadora Ana Amélia (Progressistas-RS), recomendou nesta terça-feira (30), durante reunião deliberativa da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), a suspensão temporária dos trabalhos do grupo por causa da morte do jornalista saudita…

12 de out
Senado aprova acordo internacional para cooperação contra o crime organizado no Mercosul
Os senadores aprovaram nesta quarta-feira (17) o projeto de decreto legislativo (PDS 104/2018), de relatoria da senadora Ana Amélia (Progressistas-RS), que confirma o texto do acordo de cooperação entre os países membros e associados do Mercosul para a criação de equipes…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail