Comissão de Assuntos Sociais aprova projeto que proíbe estágio não remunerado

20/05/2015 - Educação


Proposta, relatada pela senadora Ana Amélia, segue agora para a Comissão de Educação

Comissão de Assuntos Sociais aprova projeto que proíbe estágio não remunerado


A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou nesta quarta-feira (20) projeto para determinar que todos os estagiários recebam bolsa ou outra forma de contraprestação, independentemente do tipo de estágio. Em acordo entre os parlamentares, o relatório da senadora Ana Amélia (PP-RS) foi aprovado e agora segue para a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), onde deve ser realizada audiência para aprimorar a proposta legislativa.

O autor do PLS 424/2012, senador Paulo Paim (PT-RS), argumenta que a Lei dos Estágios (11.788/2008) faz uma série de distinções entre os estágios não obrigatórios e os obrigatórios (cuja carga horária é exigida para a conclusão de alguns cursos técnicos ou de graduação, por exemplo). Nestes, é possível não ocorrer qualquer pagamento.

Na opinião do senador, essa prática é discriminatória e poderia levar à exploração da mão de obra de estudantes cujos cursos incluem a obrigatoriedade de realização do estágio. “Além do aprendizado que a prática do estágio promove, o trabalho realizado pelo estagiário gera benefícios importantes para as partes concedentes e deve, portanto, ser devidamente compensado”, diz ele.

Para Ana Amélia (PP-RS), os estágios obrigatórios oferecidos sem qualquer tipo de remuneração deveriam ser coibidos pela legislação. O projeto é terminativa na CE.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

17 de mai
Estudantes de Campinas visitam Brasília para conhecer o trabalho de senadores e deputados
Cerca de 60 alunos do 1º ano do Ensino Médio da Escola Comunitária de Campinas estiveram em Brasília nesta semana para conhecer de perto o trabalho dos parlamentares. A turma esteve com a senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) na quinta-feira (17),…

15 de mai
Ministro da Educação confirma à senadora Ana Amélia que MEC irá recorrer da decisão sobre edital de medicina
Durante audiência na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado, nesta terça-feira (15), ao ser questionado pela senadora Ana Amélia (Progressistas-RS), o ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva,…

Ministério confirma que espanhol poderá continuar no currículo escolar
A publicação da Lei 13.415/2017, que alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Comum Curricular, gerou preocupação nas cidades de fronteira do Brasil por tornar a língua inglesa idioma obrigatório a ser ensinado aos jovens brasileiros. No entanto, segundo o ministro da…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail