Combate às fake news deve preservar a liberdade de expressão, defende Ana Amélia

08/08/2018 - Geral


Fundação Milton Campos promoveu seminário sobre as notícias falsas

Combate às fake news deve preservar a liberdade de expressão, defende Ana Amélia

A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) alertou, nesta quarta-feira (08), para a questão das fake news no processo eleitoral. As notícias falsas, segundo a senadora gaúcha, preocupam não só o Brasil, mas o mundo todo, e chamam a atenção do Poder Judiciário e de quem se preocupa com a liberdade de expressão.

Ana Amélia contou que o assunto foi debatido na manhã de quarta em seminário promovido pela Fundação Milton Campos, presidida por ela. A senadora afirmou que a disseminação de notícias falsas é um tema prioritário para todas as lideranças políticas porque elas podem impactar o resultado final de uma eleição, salientando que o Tribunal Superior Eleitoral está atento ao tema.

— Eu acredito na Justiça Eleitoral, que já vem fazendo um trabalho extraordinário.

A senadora gaúcha lembrou que o efeito das fake news vai além da política e causou prejuízos ao combate a doenças como o sarampo, a poliomielite e a gripe. O tema foi levado ao seminário da FMC pelo ministro da Saúde, Gilberto Occhi.

Ana Amélia chamou a atenção para boato sobre a existência de um tipo de vírus da gripe que não está presente no Brasil, que afastou as pessoas das campanhas de vacinação. Segundo a ela, é preciso contra-atacar as notícias falsas.

— É para mostrar exatamente essa reação que precisa ter velocidade para fazer o contra-ataque à notícia falsa ou à mentira na área da saúde. O quanto a rede social mal-usada ou usada perversamente pode representar como um impacto negativo sobre a saúde pública.

Apesar da preocupação com a disseminação de notícias falsas, Ana Amélia fez um alerta para que o combate a esse mal não limite a liberdade de expressão dos cidadãos.

— Há um risco muito sério de, se não examinar caso a caso, se não examinar cuidadosamente, de nós estarmos adotando um política de censura. É uma linha muito tênue entre censura e vigilância. Então nós temos que preservar a liberdade de expressão. E a crítica não é fake news, a crítica é necessária no processo democrático, especialmente a crítica construtiva.

Participaram da abertura do seminário “Fake News e as Plataformas Digitais”, além da senadora e do ministro Occhi, o ministro da Justiça, Torquato Jardim, o presidente do Progressistas, senador Ciro Nogueira, os presidentes da OAB, Claudio Lamachia, da Certal Brasil Internacional, Pablo Scotellaro, e o vice procurador do Ministério Público Eleitoral, Humberto Jacques.

Combate às fake news deve preservar a liberdade de expressão, defende Ana Amélia


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

25 de jan
Em vídeo nas redes sociais, Ana Amélia se despede do Senado
A senadora gaúcha Ana Amélia (Progressistas) divulgou vídeo nesta sexta-feira (25) despedindo-se do mandato no Senado Federal. A partir de março a parlamentar assume a Secretaria Extraordinária de Assuntos Federativos e Internacionais do Rio Grande do Sul. No vídeo, Ana Amélia mostra o…

23 de jan
Lei que destina recursos a programa de eficiência energética é sancionada
Foi aprovada Lei 13.280/2016, que reserva 20% dos recursos das empresas de energia elétrica destinados à eficiência energética para aplicação no Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel). O programa promove a racionalização do consumo, por meio de…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail