Bolivarianismo declina no continente sul-americano

6 de fev - Geral


Na tribuna, Ana Amélia celebrou resultado de referendo no Equador e lamentou situação da Venezuela por conta do ditador Nicolás Maduro

Bolivarianismo declina no continente sul-americano

O Equador é mais um país a dizer não ao bolivarianismo, regime que está com os dias contados na América do Sul. A afirmação foi feita pela senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) em discurso na tribuna, ao comentar resultado de referendo em que a população vetou uma possível candidatura do ex-presidente Rafael Correa.

Argentina, com a eleição de Mauricio Macri no lugar do Kirchnerismo e Brasil, com o impeachment de Dilma Rousseff e o fim do lulopetismo, são exemplos de países no continente que rejeitaram o modelo populista. A Bolívia também votou para impedir Evo Morales de ser candidato novamente, porém a corte constitucional manobrada pelo presidente alterou a decisão soberana.

O maior exemplo de regime ditatorial no continente, hoje, é a Venezuela, onde milhares de pessoas estão fugindo desesperados da fome, da miséria, da pobreza de uma das ditaduras mais cruéis.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Ana Amélia destaca rejeição ao bolivarianismo nos países da América do Sul


Mais notícias:

1 de nov
“É possível ser produtivo e zelar pelo uso do dinheiro público”, afirma Ana Amélia
A sociedade está cada vez mais vigilante no trabalho dos políticos, principalmente no uso de benefícios e produtividade. A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) foi à tribuna do Senado, nesta semana, para destacar que é possível zelar pelo…

30 de out
Estatais que dão prejuízo e não prestam serviço à população devem ser fechadas, diz Ana Amélia
Em discurso na tribuna nesta terça-feira (30), a senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) disse que um dos caminhos para ajudar a resolver o dilema da falta de dinheiro nos cofres do governo aponta para as estatais,…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail