Arrozeiros debatem preço mínimo e alongamento das parcelas de custeio em audiência com a ministra Kátia Abreu

14/07/2015 - Agricultura


Senadora Ana Amélia participou da reunião na tarde desta terça-feira

Arrozeiros debatem preço mínimo e alongamento das parcelas de custeio em audiência com a ministra Kátia Abreu

Lideranças do setor arrozeiro e parlamentares do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina estiveram reunidos com a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, nesta terça-feira (14), para reforçar o pedido em relação à revisão do preço mínimo e ao alongamento das parcelas de custeio. A senadora Ana Amélia (PP-RS) participou do encontro.

A reunião no Ministério foi fruto da audiência promovida pela Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado, presidida pela senadora Ana Amélia, dia 22 de junho, em Porto Alegre. Na ocasião, os arrozeiros apresentaram as suas demandas à ministra e desde o começo de julho realizam reuniões técnicas com representantes do governo para avançar nos temas de maior relevância para o setor.

O presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Estado do Rio Grande do Sul (Federarroz), Henrique Dornelles, destacou a importância do encontro em junho para mobilizar o Ministério acerca das questões do arroz. Na audiência desta terça-feira, ele apresentou novamente as prioridades dos produtores, destacando que os indicadores de custos de produção feitos pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) não condizem com a realidade do setor.

Dornelles acrescentou que os custos de produção estão acima do valor que os produtores recebem, citando o aumento de despesas como com energia e óleo diesel. Em relação ao preço mínimo definido pela Conab, hoje em R$ 29,68 a saca de 50 quilos, as lideranças cobram algo em torno de no mínimo R$ 32,00.

Um grupo técnico deverá seguir analisando a questão relacionada ao preço mínimo e também ao alongamento das parcelas de custeio para que os arrozeiros possam ter acesso ao crédito para o plantio da próxima safra. Também estiveram no encontro o secretário de Política Agrícola, Andre Nassar, o diretor da Conab, João Marcelo Intini, e o assessor João Bosco Rabelo.

Rio Grande do Sul e Santa Catarina são responsáveis por quase 80% da produção de arroz no País. Representando os dois Estados, estiveram também na audiência os deputados federais Luis Carlos Heinze (PP-RS), Jeronimo Goergen (PP-RS), Alceu Moreira (PMDB-RS), Valdir Colatto (PMDB-SC) e Ronaldo Benedet (PMDB-SC), o secretário de Agricultura do Rio Grande do Sul, Ernani Polo, o secretário adjunto da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina, Airton Spies, o economista-chefe da Farsul, Antônio da Luz, o presidente da Associação Tapense de Arrozeiros, Luis Carlos Chemale, o presidente da Associação dos Arrozeiros de Restinga Seca, Claudio Possebon, o presidente da União Central de Rizicultores, Ademar Kochenborger, o presidente da Cooperativa Costa Doce, Pedro Paulo Barbosa, o presidente do Sindicato Rural de Tapes, Juarez Petry de Souza, o produtor rural de Viamão, Marcelo Machado Goularte, a produtora de Uruguaiana, Stella Luzardo Alves. 

Arrozeiros debatem preço mínimo e alongamento das parcelas de custeio em audiência com a ministra Kátia Abreu



Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

9 de nov
Farsul e Federarroz entregam demandas ao ministro da Agricultura
O presidente da Federarroz, Henrique Dornelles, e o vice-presidente da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), Gedeão Ferreira, apresentaram ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi, demandas do setor para equiparar os custos de produção no Brasil, aos dos países do Mercosul.…

8 de nov
Senadora garante apoio à demanda dos produtores brasileiros de cebola
A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) vai solicitar o apoio dos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, do Planejamento, Dyogo Oliveira, e da Agricultura, Blairo Maggi, ao pedido da Associação Nacional dos Produtores de Cebola (ANACE) para aumentar de 10% para 35%…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail