Aprovação de lei antiterrorismo é defendida pela senadora Ana Amélia

16/11/2015 - Geral


Parlamentar lembrou que o Brasil sediarás as Olimpíadas no próximo ano

Aprovação de lei antiterrorismo é defendida pela senadora Ana Amélia

Na tribuna, nesta segunda-feira (16), a senadora Ana Amélia destacou que os ataques a Paris reforçam a necessidade de o Brasil ter uma lei antiterrorismo. Ela defendeu o projeto que cria essa lei, aprovado pelo Senado no final do mês passado e que está em tramitação na Câmara dos Deputados.

Ana Amélia acrescentou que espera que os parlamentares que votaram contra a proposta revejam sua decisão e apoiem o projeto. Ela lembrou que o Rio de Janeiro vai sediar as Olimpíadas do ano que vem e que o Brasil não pode se omitir, inclusive estabelecendo um marco regulatório que combata o terror:

— Nós vamos realizar no ano que vem aqui no Rio de Janeiro as olimpíadas e paraolimpíadas. Um evento que vai trazer tanto quanto trouxe a Copa do Mundo milhares de delegações. Aí a lei antiterrorismo não servia. Será que a tragédia de Paris não vai trazer racionalidade, trazer a sensatez de volta, o equilíbrio, a necessidade de entender o mundo que está caminhando por essa estrada violenta dos ataques insanos e insensatos? — disse.

A parlamentar ainda comentou o ato terrorista ocorrido na sexta-feira (13), em Paris, ressaltando que não podemos admitir, em pleno século 21, barbáries como essa, nem esse fanatismo incompreensível, de um estado totalitário, ditatorial e impositivo, que quer fazer com que o mundo se curve e se ajoelhe à sua pregação e ao seu credo.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Aprovação de lei antiterrorismo é defendida pela senadora Ana Amélia


Mais notícias:

18 de ago
Em Nova Hartz, Ana Amélia recebe demandas do setor calçadista
Em roteiro no Vale dos Sinos nesta sexta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS), esteve reunida em Nova Hartz com o prefeito, Flavio Jost, e representantes do setor calçadista que apresentaram os principais desafios enfrentados para empreender. A mais insistente demanda é que…

16 de ago
TRE-RS conclui estudo sobre o impacto do rezoneamento eleitoral no estado
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador Carlos Marchionatti, comunicou à senadora Ana Amélia (PP-RS), nesta quarta-feira (16), que foi concluído memorial detalhando como o rezoneamento previsto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prejudicará os eleitores gaúchos…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail