Aneel pode revisar revogação da instalação da Usina Termelétrica de Rio Grande

01/11/2017 - Infraestrutura


Comitiva gaúcha participou de audiências no Ministério de Minas e Energia e na Aneel nesta quarta-feira (01)

Aneel pode revisar revogação da instalação a Usina Termelétrica de Rio Grande

Parlamentares gaúchos, acompanhados do governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, e de lideranças da região de Rio Grande, estiveram, nesta quarta-feira (1º), reunidos com o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, e com a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para tentar garantir a retomada dos trabalhos da usina termelétrica de Rio Grande. Representantes de empresa norte-americana interessada em assumir o projeto também participaram dos encontros.

A senadora Ana Amélia (PP-RS), também empenhada nesta agenda, ressaltou que a termelétrica de Rio Grande é uma bandeira de todo o estado, demanda pluripartidária. Tanto o ministro quanto o diretor da Aneel, Romeu Donizete Rufino, reconheceram o Rio Grande do Sul como estratégico para a geração de energia termelétrica. 

Aneel pode revisar revogação da instalação a Usina Termelétrica de Rio Grande

A Aneel solicitou à empresa norte-americana o encaminhamento da documentação necessária. A partir de então, será realizada a análise se ela poderá substituir a empresa que havia ganho o leilão em 2014.

Contratada no leilão da Aneel 06/2014 A-5 (cinco anos para a conclusão dos empreendimentos), a termelétrica a gás natural liquefeito (GNL) deveria entrar em operação em 2019, mas devido a dificuldades da empresa vencedora da licitação, a concessão foi revogada pela Aneel. 

O investimento em Rio Grande será de cerca de R$ 3 bilhões. Durante as obras de construção será gerada uma mão de obra de cerca de 3,5 mil empregos.

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

19 de jul
Comitê Gestor do PAC garante recursos e obras do viaduto da BR 290 não serão interrompidas
A falta de orçamento para a supervisão da obra de duplicação da BR 290, no lote 4, poderia colocar em risco o andamento dos trabalhos. Entretanto, nessa quinta-feira (19), a senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) recebeu a confirmação…

4 de jul
Parlamentares derrubam o veto à federalização da rodovia
O Plenário do Congresso Nacional derrubou nesta quarta-feira (4) o veto presidencial à federalização do trecho de rodovia entre as cidades de Bom Jesus (RS) e Bom Retiro (SC). Conhecido como “Caminhos da Neve”, o trecho une as regiões serranas do Rio Grande do…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail