Ana Amélia será a segunda a questionar Dilma Rousseff no julgamento final do impeachment

26/08/2016 - Geral


Fase final começou nesta quinta-feira com a oitiva de testemunhas

Ana Amélia será a segunda a questionar Dilma Rousseff no julgamento final do impeachment

Iniciada nesta quinta-feira (25) com a oitiva de testemunhas de acusação e defesa, a sessão final de julgamento da presidente afastada deverá se estender até a metade da próxima semana. Na próxima segunda-feira, às 9h, Dilma Rousseff irá ao Senado para fazer sua defesa e responder perguntas dos senadores. A senadora Ana Amélia (PP-RS) será a segunda parlamentar a questionar a presidente afastada.

Dilma terá direito de se manifestar por 30 minutos (prorrogáveis) antes de responder aos questionamentos. O presidente do STF Ricardo Lewandowski, senadores, acusação e defesa, terão cinco minutos cada para fazer perguntas. Não há limite para o tempo de resposta de Dilma, que poderá também optar por ficar em silêncio.

Na sequência, senadores inscritos terão 10 minutos cada para se manifestar. Passada essa fase, Lewandowski lerá um resumo do processo. Na sequência, dois senadores de acusação e dois de defesa terão cinco minutos cada para encaminhar votação.


Depois do encaminhamento, Lewandowski perguntará aos senadores:  

“Cometeu a acusada, a senhora presidente da República, Dilma Vanna Rousseff, os crimes de responsabilidade correspondentes à tomada de empréstimos junto a instituição financeira controlada pela União e à abertura de créditos sem autorização do Congresso Nacional, que lhes são imputados e deve ser condenada à perda do seu cargo, ficando, em consequência, inabilitada para o exercício de qualquer função pública pelo prazo de oito anos?”

A votação será nominal. Se pelo menos 54 senadores votarem a favor do afastamento, Dilma é imediatamente destituída do cargo.

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

18 de ago
Em Nova Hartz, Ana Amélia recebe demandas do setor calçadista
Em roteiro no Vale dos Sinos nesta sexta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS), esteve reunida em Nova Hartz com o prefeito, Flavio Jost, e representantes do setor calçadista que apresentaram os principais desafios enfrentados para empreender. A mais insistente demanda é que…

16 de ago
TRE-RS conclui estudo sobre o impacto do rezoneamento eleitoral no estado
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador Carlos Marchionatti, comunicou à senadora Ana Amélia (PP-RS), nesta quarta-feira (16), que foi concluído memorial detalhando como o rezoneamento previsto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prejudicará os eleitores gaúchos…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail