Ana Amélia pede bom senso e serenidade para enfrentar a crise

28/04/2016 - Geral


Senadora lembrou a convivência respeitosa no dia 17 de abril como o caminho a ser seguido

Ana Amélia pede bom senso e serenidade para enfrentar a crise

A senadora Ana Amélia (PP-RS) pediu nesta quinta-feira (28) serenidade aos políticos brasileiros nesse momento crucial do país. Segundo a parlamentar, no Senado, ela até tem visto tons mais radicais, mas o clima de respeito nas relações pessoais está sendo mantido.

— Não se pode confundir relação pessoal com posições políticas nesse processo tão delicado. É preciso bom senso, respeito e civilidade no relacionamento entre as instituições — afirmou.

Ela lembrou que, há duas semanas, alertou para o risco de haver confronto na manifestação dia 17, quando o pedido de impeachment foi votado na Câmara. Todavia, recordou que o que se viu naquele dia foi uma convivência respeitosa dos que são contra e a favor do impedimento da presidente Dilma.

A senadora frisou também a importância do posicionamento de líderes, lembrando recentes declarações que faziam referência a “invadir propriedades” e a “paralisar o Brasil”, para que não se agrave ainda mais a situação vivida país.

— Nós temos que entender que para não colocar o nosso País em uma guerra civil o caminho é não estimular esse confronto. Desculpa falar uma palavra como essa, mas se nós observarmos as ações e os atos dos líderes chamando os exércitos para a rua, são condutas que não se pode ter — afirmou.

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

23 de jun
Em artigo no jornal Correio Braziliense, Ana Amélia apresenta proposta para democratizar processo de escolha de ministros do STF
Em artigo publicado nesta sexta-feira (23), no jornal Correio Braziliense, a senadora Ana Amélia (PP-RS) destacou proposta que altera o processo de escolha dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). A parlamentar…

22 de jun
O Brasil é uma nação sem consciência da sua própria grandeza e das riquezas presentes em seu território. A afirmação foi feita pelo comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, em audiência pública nesta quinta-feira (22) na Comissão…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail