Ana Amélia: memória dos defensores da presidente afastada é seletiva

17/06/2016 - Geral


Senadora também citou uma série de medidas impopulares tomadas ainda no governo Dilma

Ana Amélia: memória dos defensores da presidente afastada é seletiva

A memória dos defensores da presidente afastada é seletiva, disse a senadora Ana Amélia (PP-RS), nesta sexta-feira (17), em discurso na tribuna. Para a parlamentar, é estranho como o PT pode reagir à demissão do terceiro ministro de Temer por suspeita de cometer irregularidades se a própria Dilma demitiu sete, no início de seu governo, pelo mesmo motivo.

Ela questionou ainda o fato de os petistas reclamarem "de autoritarismo do Executivo" se a presidente afastada conseguiu alterar a definição da política de reajuste do salário mínimo e das aposentadorias para que fosse feita por meio de decreto, não mais passando pelo Congresso. Isso ocorreu, lembrou, quando o senador Romero Jucá (PMDB-RR), um dos ministros afastados na gestão de Temer, era líder do governo.

Ana Amélia citou também uma série de medidas impopulares tomadas ainda no governo Dilma, como as alterações no acesso ao seguro desemprego e a manutenção do que eles criticavam anteriormente, como o fator previdenciário.

- O PT está revelando agora que não é competente para governar, não é competente para administrar as contas públicas, mas sabe fazer muito bem oposição. Nisso são especialistas – avaliou.

Ana Amélia lembrou ainda que na campanha de 2014, a candidata do PT “fez o diabo” e que ele apareceu n o ano seguinte, com desemprego, inflação, juros elevados e a mais grave crise econômica da história do País. 


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Ana Amélia: memória dos defensores da presidente afastada é seletiva


Mais notícias:

18 de ago
Em Nova Hartz, Ana Amélia recebe demandas do setor calçadista
Em roteiro no Vale dos Sinos nesta sexta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS), esteve reunida em Nova Hartz com o prefeito, Flavio Jost, e representantes do setor calçadista que apresentaram os principais desafios enfrentados para empreender. A mais insistente demanda é que…

16 de ago
TRE-RS conclui estudo sobre o impacto do rezoneamento eleitoral no estado
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador Carlos Marchionatti, comunicou à senadora Ana Amélia (PP-RS), nesta quarta-feira (16), que foi concluído memorial detalhando como o rezoneamento previsto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prejudicará os eleitores gaúchos…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail