Ana Amélia defende responsabilidade fiscal e teto para os gastos públicos

04/10/2016 - Geral


Senadora lembrou que adversários, quando administraram o país, gastaram mal e sem cuidar da qualidade do gasto

Ana Amélia defende responsabilidade fiscal e teto para os gastos públicos

A senadora Ana Amélia (PP-RS) apontou nesta terça-feira (4) em Plenário a necessidade de amplas reformas para que o futuro do país não seja comprometido e os jovens não sejam prejudicados. Ela defendeu, especialmente, a fixação de limite de gastos públicos e rebateu os que dizem que essa limitação vai prejudicar setores educação, saúde e segurança. Ele pediu a aprovação da PEC 241/2016, que tramita na Câmara e estabelece um teto para os gastos da administração pública.

Após lembrar que o PT alega ter investido muito nesses setores, Ana Amélia indagou se os brasileiros estão satisfeitos com os resultados desses gastos. Ela disse que, na educação, por exemplo, exame do ensino médio mostrou queda no aprendizado em matemática, ciências da natureza e linguagem em 2015 em relação a 2014. 

— É preciso sim uma trava nos gastos. Não havia limite para isto. Os gastos foram tantos, mas a qualidade do serviço prestado é péssima. Os serviços em educação, em segurança, em saúde pública. Tudo deteriorou apesar dos enormes volumes gastos nestes setores, mas por que?  Porque foram gastos sem nenhum critério com a qualidade da gestão. Dinheiro jogado fora. Isso foi o que aconteceu — disse.

A senadora lembrou que quando o PT administrou o país gastou além do aceitável, sem cuidar da qualidade do gasto. 

— Gastaram muito e gastaram mal, quebrando o país — completou

Ana Amélia defende responsabilidade fiscal e teto para os gastos públicos



Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Ana Amélia defende limite de gasto público e investimento de qualidade


Mais notícias:

9 de nov
“Criminosos que destruíram fazenda na Bahia têm que responder pelos 100 desempregados”, defende Ana Amélia
A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) leu nesta quinta-feira (9), no Plenário do Senado, uma carta que recebeu de Rogério Aranibar, funcionário do grupo Igarashi cuja planta, em Correntina, no Oeste da Bahia, foi destruída por criminosos…

8 de nov
Congresso derruba um veto de Temer e mantém outros três
O Congresso rejeitou nesta quarta-feira (8) o veto do presidente Michel Temer a uma lei que convalida incentivos concedidos a empresas pelos governos estaduais. Outros três vetos foram mantidos pelos parlamentares, e cinco serão votados em nova sessão conjunta, marcada para dia 22…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail