Ana Amélia defende fim do foro privilegiado e considera tentativa de anistia ao Caixa 2 inadmissível

15 de mar - Geral


Senadora assinou requerimento pedindo urgência na votação da PEC que acaba com o foro

Ana Amélia defende fim do foro privilegiado e considera anistia ao Caixa 2 inadmissível

A senadora Ana Amélia voltou a defender, nesta quarta-feira (15), o fim do foro privilegiado. A parlamentar assinou o requerimento pedindo urgência na votação da PEC 10/2013 no Plenário.

A matéria é de autoria do senador Álvaro Dias (PV-PR). Até o começo da noite desta quarta-feira (15), 35 senadores haviam assinado. São necessárias 41 assinaturas.

— Quanto mais grave for a doença, mais forte tem que ser o remédio. A crise política brasileira exige o fim do foro privilegiado — disse a senadora.

Ana Amélia também condenou a tentativa de anistiar Caixa 2.

— Isso seria um desserviço à sociedade brasileira. Anistiar Caixa 2 é inadmissível. A lei existe para ser cumprida e deve valer para todos — acrescentou.

Por fim, ao repercutir a lista do procurador Rodrigo Janot, Ana Amélia ponderou sobre a necessidade de, respeitado o prazo legal, que o Judiciário e o Ministério Público deem celeridade no julgamento dos processos.

— A morosidade representaria, sem dúvida, um estímulo à impunidade — completou Ana Amélia.

Ana Amélia defende fim do foro privilegiado e considera anistia ao Caixa 2 inadmissível


Ana Amélia defende fim do foro privilegiado e considera anistia ao Caixa 2 inadmissível



Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Lista de Janot reforça necessidade de aprovar o fim do foro privilegiado, diz Ana Amélia


Mais notícias:

18 de ago
Em Nova Hartz, Ana Amélia recebe demandas do setor calçadista
Em roteiro no Vale dos Sinos nesta sexta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS), esteve reunida em Nova Hartz com o prefeito, Flavio Jost, e representantes do setor calçadista que apresentaram os principais desafios enfrentados para empreender. A mais insistente demanda é que…

16 de ago
TRE-RS conclui estudo sobre o impacto do rezoneamento eleitoral no estado
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador Carlos Marchionatti, comunicou à senadora Ana Amélia (PP-RS), nesta quarta-feira (16), que foi concluído memorial detalhando como o rezoneamento previsto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prejudicará os eleitores gaúchos…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail