Ana Amélia defende aprovação da PEC que limita os gastos públicos

26/10/2016 - Economia


Senadora lembrou que a dívida da União, em dez anos, subiu de R$ 1,3 trilhão para mais de R$ 3 trilhões

Ana Amélia defende aprovação da PEC do Teto dos Gastos

A senadora Ana Amélia (PP-RS) defendeu a aprovação da PEC do Teto dos Gastos, a Proposta de Emenda à Constituição que estabelece um teto para os gastos públicos pelos próximos 20 anos. 

Ana Amélia criticou os parlamentares que insistem na "cantilena do golpe" quando chamam o governo Michel Temer de ilegítimo. Ela afirmou que a ex-presidente Dilma Rousseff foi destituída seguindo todo o processo constitucional e deixou o país com graves problemas econômicos. Ana Amélia também disse que o PT foi ‘varrido’ nas eleições municipais deste ano.

Segundo a senadora, a dívida pública total da União passou de R$ 1,2 trilhão em 2006 para R$ 3,3 trilhões em 2016. É como se cada brasileiro tivesse, há dez anos, uma dívida de R$ 7 mil, enquanto hoje a dívida para cada cidadão é de R$ 15 mil, explicou a senadora.

A senadora leu um artigo do ex-ministro Delfim Netto em defesa da proposta, que tramitou na Câmara como PEC 241/2016. Segundo ele, o texto ajudará o país a chegar ao equilíbrio fiscal e não diminuirá os recursos destinados à saúde e à educação.

A parlamentar leu ainda um trecho da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, que negou pedido da oposição para interromper a tramitação da PEC do Teto de Gastos.

— Palavras textuais do ministro Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal. Ao negar a liminar, o ministro Luís Roberto Barroso escreveu: 'A responsabilidade fiscal é fundamento das economias saudáveis e não tem ideologia' — sublinhou.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Ana Amélia defende aprovação da PEC do Teto dos Gastos


Mais notícias:

17 de abr
Modernização das leis trabalhistas é tema de debate promovido pelas federações das indústrias dos estados do Sul
No painel que debateu a modernização das leis trabalhistas, no 1º Fórum Sul Brasileiro de Relações do Trabalho, nesta segunda-feira (17), a senadora Ana Amélia (PP-RS) defendeu o fim da contribuição sindical obrigatória para empresários e…

30 de mar
Sindicato apresenta estudo sobre impacto da correção das tabelas do Imposto de Renda na economia
Um estudo inédito realizado pelo Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis do Rio Grande do Sul (Sescon-RS) e a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) revela que, dos R$ 97 bilhões arrecadados pelo…

Ana Amélia pede agilidade na liberação de recursos do Proex
Em discurso na tribuna nesta quarta-feira (29), a senadora Ana Amélia (PP-RS) cobrou do governo mais agilidade em relação às operações do Programa de Financiamento às Exportações do Governo Federal (Proex). A morosidade nos processos tem prejudicado exportadores brasileiros, disse a parlamentar, lembrando…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail