Ana Amélia critica queda nos investimentos em infraestrutura

06/04/2016 - Economia


Em 2015 setor fechou 416 mil vagas por causa da crise

Ana Amélia: números da indústria revelam gravidade do desemprego

A senadora Ana Amélia (PP-RS) afirmou que números da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC), apresentados nesta quarta-feira (6) em seminário na Câmara dos Deputados, revelam a gravidade do desemprego: em 2015, o setor fechou 416 mil vagas por causa da crise, número que pode se agravar ainda mais este ano, alertou a senadora.

Segundo Ana Amélia, o mais grave nessa situação é que o governo não está concentrado na busca de solução para o desemprego porque está se dedicando exclusivamente à defesa contra o impeachment. Superado esse processo, ela espera que o Executivo volte sua atenção para os problemas econômicos e o desemprego.

Para a criação de empregos, a senadora sugeriu investimentos em infraestrutura, o que poderia ser viabilizado com mais atenção ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Ana Amélia lamentou, no entanto, que até agora apenas 37,3% das 62.171 obras do PAC tenham sido concluídas, de acordo levantamento da ONG Contas Abertas, referente ao período de 2007 a 2015.

— A maior parte, 53.875 obras é de infraestrutura social e urbana. Aí é que precisamos ter, com esse setor, uma atenção muito redobrada, prioritária até. E esse trabalho da CBIC mostra claramente que é preciso porque a construção civil é o setor que mais emprega.

Ana Amélia também disse esperar que a diretoria do Banco Central não seja punida pelo Executivo por ter revelado que as chamadas pedaladas fiscais realmente assumiram uma proporção muito maior no governo Dilma Rousseff em relação aos governos Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Ana Amélia afirma que dados da indústria da construção civil revelam gravidade do desemprego


Mais notícias:

17 de abr
Modernização das leis trabalhistas é tema de debate promovido pelas federações das indústrias dos estados do Sul
No painel que debateu a modernização das leis trabalhistas, no 1º Fórum Sul Brasileiro de Relações do Trabalho, nesta segunda-feira (17), a senadora Ana Amélia (PP-RS) defendeu o fim da contribuição sindical obrigatória para empresários e…

30 de mar
Sindicato apresenta estudo sobre impacto da correção das tabelas do Imposto de Renda na economia
Um estudo inédito realizado pelo Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis do Rio Grande do Sul (Sescon-RS) e a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) revela que, dos R$ 97 bilhões arrecadados pelo…

Ana Amélia pede agilidade na liberação de recursos do Proex
Em discurso na tribuna nesta quarta-feira (29), a senadora Ana Amélia (PP-RS) cobrou do governo mais agilidade em relação às operações do Programa de Financiamento às Exportações do Governo Federal (Proex). A morosidade nos processos tem prejudicado exportadores brasileiros, disse a parlamentar, lembrando…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail