Ana Amélia critica pedido de afastamento de ministro do TCU que analisa contas de Dilma

05/10/2015 - Geral


Senadora enfatizou que medida demonstra receio do governo em relação ao resultado da avaliação do Tribunal

Ana Amélia critica pedido de afastamento de ministro do TCU que analisa contas de Dilma

A senadora Ana Amélia (PP-RS) destacou na tribuna, nesta segunda-feira (5), que a decisão do governo de pedir que o ministro Augusto Nardes, do Tribunal de Contas da União, seja afastado da relatoria das contas de 2014 da presidente Dilma Rousseff tem objetivo de adiar a votação no TCU.

O TCU, lembrou a senadora, apurou que, em 2014, houve atrasos sistemáticos de cerca de R$ 40 bilhões aos bancos públicos. Programas sociais foram pagos com dinheiro dos bancos públicos, ações que ficaram conhecidas como pedaladas fiscais.

Ana Amélia explicou que o TCU apenas faz a perícia das contas para verificar se estão corretas ou não, e que a decisão final é do Congresso Nacional. Para a senadora, ao pedir a suspeição do ministro-relator, o governo demonstrou receio do resultado da avaliação do Tribunal, prevista para a próxima quarta-feira (7), porque poderia ser a base para um futuro pedido de impeachment.

— O Tribunal está cumprindo rigorosamente com sua responsabilidade. Eu acho que o governo fez o malfeito e agora quer recuperar o tempo perdido e dar uma empurrada com a barriga para que isso vá para 2016 — disse a senadora.

No domingo (4), os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, do Planejamento, Nelson Barbosa, e o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, em entrevista coletiva, criticaram as declarações à imprensa de Nardes sobre o voto que será proferido na sessão de quarta-feira, com a recomendação de que as contas sejam rejeitadas. O afastamento foi pedido oficialmente nesta segunda-feira.

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Ana Amélia critica pedido de afastamento de ministro do TCU que analisa contas de Dilma


Mais notícias:

12 de jan
Lei que prevê ‘critério de simplicidade’ em ações criminais é sancionada
Foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (10)  a Lei 13.603/2018 , que prevê o critério da simplicidade como orientador em ações de natureza criminal. A simplicidade pressupõe que os processos devem reunir materiais…

22/12/2017

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail