Ana Amélia condena ação de criminosos que falsificavam a fosfoetanolamina sintética

10/12/2015 - Saúde


Senadora destacou que bandidos se aproveitaram da boa-fé e da esperança dos pacientes que lutam contra o câncer

Ana Amélia condena ação de criminosos contra pacientes de câncer com falsificação da fosfoetanolamina sintética

A senadora Ana Amélia (PP-RS) informou que a polícia do Distrito Federal prendeu criminosos suspeitos de produzirem e comercializarem, no Brasil e no exterior, falsificações da fosfoetanolamina sintética, a pílula do câncer. Segundo Ana Amélia, os bandidos chegavam a faturar R$ 900 mil ao mês com a falsa substância.

— É um crime hediondo, pois abusa da boa-fé, da crença e da esperança das pessoas em relação à substância, que em breve será testada clinicamente pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) — enfatizou a parlamentar gaúcha.

Se condenados, os envolvidos podem ser condenados a até 23 anos de prisão. A senadora lembrou que a fosfoetanolamina sintética foi desenvolvida na USP de São Carlos e vem trazendo esperança a milhares de pacientes de câncer em todo o país. Em outubro, o Senado realizou audiência, por iniciativa de Ana Amélia e do senador Ivo Cassol (PP-RO), na qual pacientes relataram melhorias após o tratamento com a substância.

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Ana Amélia condena ação de criminosos que falsificavam a fosfoetanolamina sintética


Mais notícias:

18 de jul
Dia Estadual de Luta Contra o Câncer de Mama completa 14 anos
No Rio Grande do Sul, há exatos 14 anos, 18 de julho virou Dia de Luta contra o Câncer de Mama, instituído pela Lei 12.126/2004. Em diversos municípios são promovidas ações de prevenção e combate a essa doença que…

11 de jul
Senado aprova projeto que cria a Política Nacional para Doenças Raras
Pessoas com doenças raras podem ter garantida em lei uma política de atenção do governo. Foi aprovado no Plenário do Senado, nesta quarta-feira (11), projeto que institui a Política Nacional para Doenças Raras no Sistema Único de Saúde (SUS). Como…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail