Ana Amélia classifica ajuste fiscal de arrocho

22/05/2015 - Economia


Segundo a senadora, o governo não deveria retirar direitos dos trabalhadores, mas “cortar na própria carne”

Ana Amélia classifica ajuste fiscal de arrocho

Ao criticar o ajuste fiscal promovido pelo governo, a senadora Ana Amélia (PP-RS) falou sobre o atual cenário enfrentado pelo cidadão brasileiro, com aumento da inflação e risco de desemprego. Segundo a parlamentar, o Brasil apresentado na campanha do PT é radicalmente diferente da realidade vivida pelos brasileiros.

Para Ana Amélia, as medidas provisórias (MPs) 664/2014 e 665/2014 editadas pelo governo mostraram a verdadeira situação do país.

— Era um país bonito, com uma produção cinematográfica encantadora, todo mundo alegre, números maravilhosos [...]. E agora vem em cima do contribuinte, do trabalhador, vem um arrocho, não é nem um ajuste fiscal, é um arrocho – criticou.

Segundo a senadora, o governo não deveria retirar direitos dos trabalhadores, mas  “cortar na própria carne”.

— Dos 12 meses do ano, cinco meses do nosso trabalho são para pagar imposto para o governo. E o que o contribuinte recebe em troca? Saúde de qualidade? Não. Segurança de qualidade? Não. Transporte de qualidade? Não. Educação de qualidade? Não. Estamos vivendo um problema sério – disse

Segundo Ana Amélia, o Congresso quer ajudar o país a sair da crise, mas em sua avaliação o Executivo não está ´fazendo o dever de casa`.

— Reduzir ministérios seria uma boa resposta política para mostrar ao país que a presidente não está refém de não sei quantos partidos que vão lá pegar um pedaço aqui, um pedaço ali do governo – disse a senadora.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

16 de ago
Artigo no Correio do Povo: Justiça fiscal e benefício social
Em artigo no Correio do Povo, nesta terça-feira (15), a senadora Ana Amélia (P-RS) destacou a PEC que apresentou no Senado para que os estados uniformizem as alíquotas do ICMS sobre os produtos da cesta básica nacional. A proposta, avalia a parlamentar, é…

10 de jul
Má gestão dos governos petistas resulta em prejuízo para 220 mil trabalhadores e aposentados, lembra Ana Amélia
Até o fim do ano, 220 mil trabalhadores e aposentados das estatais terão descontos em seus salários ou benefícios sociais para arcar com o prejuízo da má gestão nos fundos de pensão nos governos petistas. A…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail