Ana Amélia apoia ação da OAB para garantir internet ilimitada aos usuários de banda larga fixa

20/04/2016 - Geral


"O serviço é caro e muitas vezes não tem qualidade. Defendo o acesso dos cidadãos à internet ilimitada", disse a parlamentar gaúcha

Ana Amélia apoia ação da OAB para garantir internet ilimitada aos usuários de banda larga fixa

A ação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), nesta terça-feira, quando enviou à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) ofício solicitando a derrubada da possibilidade de as operadoras de telefonia limitarem o acesso à banda larga fixa pelos consumidores, recebeu apoio da senadora Ana Amélia (PP-RS).

— Apoio integralmente a ação da (OAB contra a limitação, pelas operadoras de telefonia, do acesso à banda larga fixa pelos usuários. O serviço é caro e muitas vezes não tem qualidade. Defendo o acesso dos cidadãos à internet ilimitada — disse Ana Amélia.

Nesta semana, a Anatel ratificou a possibilidade de cobrança após um período de 90 dias em que as teles informem os clientes e adotem ferramentas para controle do uso de dados.

Por meio de nota à imprensa, o presidente da OAB, Claudio Lamachia, contestou a posição da Anatel.

— É inaceitável que uma entidade pública destinada a defender os consumidores opte por normatizar meios para que as empresas os prejudiquem — disse.

A OAB considera futuramente ir à Justiça contra a cobrança para resguardar o direito dos consumidores e em nome do desenvolvimento da sociedade brasileira, se a Anatel não rever a medida cautelar publicada ontem.

Para a OAB, a posição da Anatel - de que as teles podem limitar o acesso, baixar a velocidade de conexão ou cobrar por excedentes de consumo quando o usuário chegar ao limite de dados previsto em seu contrato - fere o Marco Civil da Internet e o Código de Defesa do Consumidor.

Apesar da negativa do presidente da Anatel, João Rezende, que antes descartou qualquer relação entre a medida e a concorrência no mercado, o presidente da OAB disse que o limite à banda larga fixa é uma medida “anticoncorrencial” e afasta do mercado as novas tecnologias de streaming. Para Lamachia, a internet banda larga à disposição da sociedade é um "ato de cidadania";

O assunto será debatido no Senado em audiência pública em três comissões temáticas.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

17 de out
Ana Amélia votou para manter senador mineiro afastado do mandato
A senadora Ana Amélia (PP-RS) afirmou que votou favoravelmente à decisão do Supremo Tribunal Federal e pela manutenção das medidas cautelares adotadas contra o senador afastado Aécio Neves. Em discurso na tribuna, a parlamentar destacou que votou “sim”  pela consciência, coerência e valores…

16 de out
Ana Amélia defende transparência na votação do afastamento de senador
A senadora Ana Amélia (PP-RS) afirmou que não pode usar uma “régua moral diferente” para votar casos envolvendo parlamentares. Por isso, ela defende votação aberta no Plenário na decisão sobre o afastamento do senador Aécio Neves.Segundo a senadora, todas as votações devem ser…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail