Ana Amélia alerta sobre os riscos da 'obesidade' do Estado

11/10/2016 - Geral


Senadora defendeu limite de gastos para evitar o 'inchaço" da máquina pública

Ana Amélia alerta sobre os riscos da 'obesidade' do Estado

Ao lembrar, em pronunciamento, o Dia Nacional de Prevenção da Obesidade, comemorado nesta terça-feira (11), a senadora Ana Amélia (PP-RS) comparou a obesidade de uma pessoa à "obesidade" do poder público e alertou que ambos os casos são graves, deixam sequelas e exigem cuidados.

A senadora destacou que a obesidade deixa a pessoa com dificuldades de mobilidade e problemas cardiovasculares que podem colocar a vida em risco e cuja solução, em alguns casos, é a cirurgia bariátrica, conhecida como redução do estômago.

Já a "obesidade" do Estado gera excesso de gastos, endividamento público, inflação, déficit público e dificuldades para atender bem a população, explicou Ana Amélia.

Neste caso, segundo ela, a aprovação da chamada PEC 241 que limita os gastos públicos por 20 anos é essencial para combater o inchaço do Estado brasileiro. Ela advertiu que, além de limitar as despesas, é essencial que o dinheiro público também seja gasto com eficiência tanto em nível federal, quanto estadual e municipal.

— O Estado brasileiro precisa ser eficiente. A coisa mais importante de um estado, município ou do governo federal é atender a população adequadamente. É compatibilizar o que se receba com a necessidade dos vários setores da educação, da saúde, da segurança pública, da água e do saneamento. Então, é preciso, nesse caso, que o governante tenha responsabilidade — frisou.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Obesidade estatal, cidadão anoréxico, compara Ana Amélia em discurso


Mais notícias:

18 de ago
Em Nova Hartz, Ana Amélia recebe demandas do setor calçadista
Em roteiro no Vale dos Sinos nesta sexta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS), esteve reunida em Nova Hartz com o prefeito, Flavio Jost, e representantes do setor calçadista que apresentaram os principais desafios enfrentados para empreender. A mais insistente demanda é que…

16 de ago
TRE-RS conclui estudo sobre o impacto do rezoneamento eleitoral no estado
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador Carlos Marchionatti, comunicou à senadora Ana Amélia (PP-RS), nesta quarta-feira (16), que foi concluído memorial detalhando como o rezoneamento previsto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prejudicará os eleitores gaúchos…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail